26.8.16

Liberdade!

O corpo da gente é o nosso templo, ele é só nosso e nós devemos decidir o que queremos fazer com ele e para ele.

Nem sempre o que é bom e correto para mim será para outra pessoa, mas acredito que pode ser que ajude alguém a encontrar o próprio caminho, por isso vou relatar aqui uma coisa muito íntima e que vinha me incomodando há mais de 3 anos...

Vou falar de menstruação e de como lidamos com ela, assim, se você não quer ler sobre isso, não continue...

Eu menstruei aos 11 anos, quase 12... Desde então só usei praticamente 3 marcas de absorventes que não me causaram alergia (nos primeiros momentos de uso)... Sempre a cobertura tinha que ser suave, se eu usasse a seca, misericórdia, parecia que tinha sentado numa chapa quente!
Meu fluxo é muito grande, e a maioria das pessoas me diziam que depois que eu tivesse filho isso ia melhorar... Mas eu sou diferente...
Para você ter uma ideia, antes de engravidar meu fluxo vinha durante 7 dias, parava 1 e vinha mais 2 bem fraquinho... Eu usava o absorvente noturno (1) durante o dia nos 2 primeiros dias e depois usava o normal.. e para dormir sempre 2 absorventes, 1 noturno e um 1 normal...
Após o parto, eu usava o absorvente noturno durante 3 a 5 dias, durante o dia, sendo que nos 3 primeiros dias eu usava 2 absorventes noturnos e tinha que trocar a cada 2 horas se não quisesse sofrer vazamento... O ciclo chegou a demorar 10 dias sem parar...

Desde que minha filha nasceu, relatei isso para 4 médicos ginecologistas... Além deste fato do ciclo ter aumentado muito, comecei a sofrer de muitas cólicas, coisa que eu não tinha (uma das médicas atribuiu isso a um fator psicológico pois eu rejeitava a ideia de ter passado pelo parto cesariana, porque eu queria muito o normal e meu corpo estava expressando essa angustia em dores que não eram reais), e o pior de todos os problemas... Antes da menstruação chegar eu estava sofrendo assaduras internas... geralmente 10 dias antes dela chegar... Fiz uma série de exames, muitos mesmo... e os 4 ginecologistas simplesmente me falavam que eu não tinha nada, teve uma que ignorou totalmente, teve outra que disse que quando eu estivesse assim fosse para que ela pudesse avaliar...
E eu sofrendo todo mês... era triste... doía, sangrava, queimava, ardia, inchava... nem sei mais descrever a agonia que eu sentia...
Minha mãe sempre dizendo, minha filha, um médico vai conseguir lhe ajudar... Mas sinceramente, eu desisti...

Até um dia que eu resolvi falar com uma amiga da escola... ela não é ginecologista, é dermatologista... Mas além de minha amiga, ela é mulher e médica também.. Então pensei, vou falar com ela e quem sabe ela pode me indicar algum caminho...

Pois ela me salvou!

Sem exageros, sem brincadeiras, realmente me senti tirada de uma beira de abismo... Você não tem noção (ou talvez tenha), do que eu vivi nos últimos 3 anos por causa dessa "assadura".

Para começar ela me deu 2 conselhos: Por que você não faz uma profilaxia? Isso pode ser candidíase (e os sintomas era bem parecidos mesmo, mas os exames davam negativos e as pomadas não faziam efeito) desencadeada por stress (aí fazia total sentido! Sempre que surgia eu estava estressada com o trabalho, ou algo assim... raramente quando não ficava assada eu estava relaxada) e talvez ligada a algum fator hormonal... E aí ela me recomendou tomar por 3 ou 4 meses um comprimido (um único comprimido) no dia que a menstruação chegasse...
Isso já fez a coisa melhorar muuuuiiiiiiito!!! Logo após o primeiro comprido, no ciclo seguinte, já sofri bem menos, praticamente nada... e isso foi melhorando, e no 4o. ciclo após os comprimidos, não tive mais NADA de dor, ardência ou qualquer coisa assim... Um verdadeiro alívio!!!
Mas o segundo conselho é que é o verdadeiro motivo para esse texto...
Ela disse: Sui, tu sempre fosse muito alérgica, então por que você não deixa de usar absorventes e passa a usar o coletor menstrual... Essa candidíase pode ser agravada pelo uso do absorvente...
No início eu achei que não tinha relação, porque esse foi o primeiro teste que fiz quando tive o primeiro mês desse desconforto... quer dizer, eu não deixei os absorventes de lado, eu simplesmente troquei de marca e fiquei testando vários durante esses 3 anos, porque a primeira coisa que eu pensei foi: é alergia!!
A segunda coisa que pensei foi: ah, isso é hormonal por causa da amamentação... mas aí acabou a fase da amamentação e o treco não melhorou... só piorou para falar a verdade...
Depois eu parei de testar várias marcas porque eu notei que vinha antes da menstruação, e não estava usando absorventes... Foi quando comecei a trocar de sabonete para região íntima... testei vários, abandonei todos, voltei a usar o sabonete infantil sem corantes que minha ginecologista que cuidava de mim até antes de engravidar (pena que ela deixou de clinicar) me indicou como sendo a melhor opção para lavar a região íntima... Mas confesso que cheguei até a usar sabão de barra amarelo (de lavar roupas) na tentativa de resolver isso...
Mas nada disso funcionou... Apenas fazer a profilaxia tinha ajudado... Mas não saia da minha cabeça a conversa com Marina... e ela dizendo para que eu comprasse o coletor...
Eu tava apertada financeiramente, não tava podendo comprar o coletor... contudo não parei de pesquisar sobre, assistir vídeos no youtube, e pesquisar preços e marcas... Se tem uma coisa que aprendi na vida foi que mentalizando a gente consegue criar condições!
Então mantive o foco em ter um coletor menstrual!
Uma outra amiga da escola, Layana, tinha me dito, quando ela morava na França (isso há mais de 5 anos), que lá tinha um negócio muito legal e que ela achava que eu ia me dar bem usando por ser muito alérgica e me falou do coletor...
Confesso que pensei: Arrr...que nojo! Depois eu comecei a pensar: Mas por que é um nojo?! Não deveria ser... Sangue é vida... e esse sangue é o que me mostra que meu corpo funciona corretamente, que a vida está fluindo em mim... não estaria manipulando para brincadeira, nem para experimentos bizarros... simplesmente descartando o sangue expelido do mesmo modo que ocorre com o absorvente... E aí pensei: Nossa! Que genial!!! Pena que para conseguir um desses aqui no Brasil naquela época eu teria que vender um rim e metade do outro...
Mas nada como um dia após outro, nada como o aumento do mercado de consumo nacional, para trazer para o nosso Brasil a tão esperada "novidade"...
E aí, no meio das minhas pesquisas encontrei um que cabia no meu orçamento (mesmo que dividido em trocentas vezes)...
Era uma marca relativamente nova no mercado... E aí resolvi arriscar...

O que era melhor é que tinha 2 coletores pelo preço de 1... E isso não é mentira... todos os coletores que eu pesquisei custavam acima de 90 reais (com descontos) + frete... Apenas 1 coletor...
Esse vinham 2!! E custava 90 reais, sem descontos, além do frete...
Então resolvi encarar! Comprei!!!

Eduardo, meu marido, ficou mais ansioso que eu para que o coletor chegasse... parecia criança esperando Papai Noel!
Mas chegou no último dia do meu ciclo daquele mês (maio.2016), tive que esperar o próximo ciclo... foi bom porque eu havia esquecido completamente de comprar a panela esmaltada para esterilizar e como não tenho micro-ondas a coisa iria ficar difícil se eu tivesse começado naquele momento...

Quando veio o ciclo seguinte eu estava super ansiosa!!! Fiz uma coisa que não é recomendado... coloquei o copinho (nome carinhoso dado ao coletor) antes da menstruação chegar... e aí eu tive cólica... não sei se foi por causa do copinho... Mas eu sentia que era... então depois de poucas horas eu removi, lavei, esterilizei e guardei... Até o dia da bendita chegar!

O primeiro ciclo, claro, a gente está se adaptando, não é mágica! Mas confesso que fiquei encantada!! Eu só tinha vontade de escrever no facebook dizendo: NÃO EXISTE NADA MELHOR DO QUE NÃO SENTIR O RIO CORRENDO ENTRE SUAS PERNAS!
Eu queria que todo mundo usasse!!
Eu queria que todo mundo sentisse a alegria que eu estava sentindo!! Era LIBERDADE!!!

Tive alguns vazamentos, até me adaptar, o que ocorreu comigo no final do primeiro ciclo usando... Descobri a melhor posição para tirar e para colocar! Descobri a localização interna que ele deve ficar! Aprendi a sentir meu corpo e detectar se ele havia aberto por completo ou ainda tava dobradinho em algum canto...
Isso leva tempo, às vezes muito tempo.. às vezes as meninas desistem nessa fase...
No segundo ciclo (julho.2016) usando o coletor, eu já estava bem mais segura! E aprendi um pouco mais sobre o tempo que o meu corpo demora para encher aquele copinho de acordo com o dia do ciclo...
Ah, minha mãe me fez uma pergunta besta que na hora eu ri muito... mas é normal as pessoas pensarem assim: E o seu ciclo reduziu?
Minha resposta foi simples... "Não, mainha, porque não estou usando nada de dentro para fora (remédios), é apenas um aparador do que está sendo produzido, né? Mas com toda certeza a sensação de que tem muito sangue jorrando reduziu, e a melhor coisa, os coágulos eu nunca mais vi!"
Pronto, os olhos dela brilharam! Tenho certeza que ela pensou: por que não inventaram isso quando eu menstruava?! (Mainha gosta de novidades!)
Ela começou a falar para as amigas dela, para as clientes (ela faz depilação com cera natural e vende cosméticos da Jafra desde que eu tinha 2 anos de idade, a maioria das clientes dela me viram crescer), ela tava super feliz e empolgada com a "novidade"! Era  LIBERDADE!!
Eu falei para ela que isso é uma decisão muito pessoal, que eu mesma já tinha ouvido falar há mais de 5 anos e que só agora estava aderindo... Que a gente fala, mas que a pessoa decide quando e se quer usar... Tem gente que compra o coletor e deixa guardado por 1 ano, ou mais, por diversos motivos... O importante é você saber que existem alternativas... E essa, em especial, para mim, é realmente libertadora (acho que já falei isso antes)! Não apenas porque há uma economia mensal/anual gritante na compra de absorventes, não apenas porque você está produzindo menos lixo no descarte desse material gelatinoso, não apenas porque você não se sente se esvaindo em sangue... Mas porque eu hoje conheço muito mais quem eu sou, como o meu corpo realmente funciona, e me sinto mais mulher, e mais viva! E isso é libertador!

Esse foi o que comprei e estou super satisfeita!


Vou tentar depois vim falar mais sobre isso... Porque tem muito assunto para falar...
E se quiser perguntar alguma coisa, pergunte! O máximo que pode ocorrer é que eu não saiba a resposta... mas como diziam os professores da escola e minha mãe quando eu era pequena: "Aí a gente procura junto uma solução".

Voltarei...

Não vou começar falando que faz tempo que não entro aqui, porque as últimas postagens já mostram isso...

A minha rotina mudou completamente e algumas coisas que antes eu conseguia realizar tranquilamente hoje eu preciso começar em um dia e terminar  10 dias depois... Isso às vezes me faz desistir de escrever alguma coisa, por exemplo...

Mas estou tentando fazer 2 posts para por aqui até o final do ano, se Deus quiser!

Eles são sobre 2 coisas que estou fazendo... Mudei minha vida em várias aspectos e esses dois podem ser bons para outras pessoas também... Por isso pretendo trazer para o meu blog o registro dessas atividades...

Beijos e até logo (assim espero)!!!

29.12.15

Balanço 2015

Noooooossssssssssaaaaaa, como está cheio de poeira e teia de aranha aqui nesse blog!!!

:)

Venho aqui raramente...e cada vez mais raramente... mesmo com vontade de voltar a ser blogueira, mas desta vez com foco... Ainda não consigo...

2015 foi um ano bem difícil, não apenas para mim, mas creio que para boa parte da população brasileira...
Foram vários anos de "estabilidade" e "de repente" caímos na realidade... O dólar subiu, o poder aquisitivo caiu...

Nós, que estávamos em abril com o apartamento (herança de minha sogra, onde morávamos mas tentávamos vender desde outubro de 2014) praticamente vendido, o comprador voltou atrás e nossos planos de mudança pareciam cada vez mais distantes...
O bairro onde vivíamos (Espinheiro) é um local onde o custo de vida é alto, e estava cada vez mais difícil nos mantermos lá...
Contudo, oramos, oramos muito... Mentalizamos... usamos todos os conhecimentos que adquirimos desde 2008 na Escola de Filosofia Espiritualista... E conseguimos! Vendemos o apartamento!!! Mas não foi fácil, não foi simples, não foi rápido... tudo ocorreu no momento correto, de acordo com a vontade de Deus!

Mas voltando para as novidades deste ano... Rafaela, que completou 2 anos em 07 de janeiro de 2015, mostrou um grande desenvolvimento em vários aspectos... Está cada dia mais solta, dança, canta, brinca... Conversa... e como conversa... Ela adora ajudar, participar das coisas... Ela ainda chora por muita bobagem, mas cada dia vamos diminuindo as birras e os dengos (coisas da idade mesmo)...
Nossa vida é acompanhar o desenvolvimento dela! E nos impressionamos, curtimos, vivemos cada instante!!
Durante este ano ela passou de uma menina tímida para uma menina sapeca! A escola contribuiu muito para esse desenvolvimento! E somos muito gratos a todos da Escola Construindo o Futuro, principalmente à tia Marilena, que foi a primeira professora de Rafaela!

Sobre minha saúde... Ainda preciso encontrar um bom médico ginecologista... que possa me responder algumas dúvidas e me ajudar a ter mais saúde... Foi um ano de muitas dores nos pés e coluna... Encontrei bons ortopedistas que me encaminharam para fisioterapia que ainda não iniciei... :/
Tive uma redução das dores de cabeça... voltei a aplicar reiki...
Emagreci mais de 10 kg, entre outros motivos, paramos de comer fora... passamos a fazer nosso próprio almoço, consequentemente, menos gorduras, menos frituras (que eram raras, mas na comida chinesa sempre vem muito óleo)... assim menos peso!

Bela está com 13 anos... uma hérnia gigante no intestino que não pode ser removida por conta da idade avançada dela... Teve uma crise de labirintite, ficamos assustados, mas já está bem...

Minha mãe passou por uma cirurgia de grande porte, para retirada do útero e colocação de telas para suspender intestino e bexiga... E no final do ano passado ela trocou a bateria do marca-passo...

Meu pai tá bem... cansado, mas bem.. Cada vez mais tecnológico...

O whatsapp começou a ser um meio de estudo e ajuda, além de diversão e comunicação...
Conheci muitas pessoas maravilhosas... reencontrei algumas que estavam distantes... Foi um ano cheio de coisas positivas... [As negativas eu já esqueci... ;) ]

Voltando à mudança... em Abril haviamos feito uma pesquisa, e assim que o sinal do apartamento fosse entregue faríamos a mudança para um determinado condomínio que gostamos muito... mas como aquele contrato não foi fechado... ficamos "acertados" de nos mudarmos para este condomínio quando fosse possível...
E agora, no mês de dezembro fechamos o contrato com uma família... E foi possível realizarmos a mudança para o tão sonhado condomínio...
Apesar de estarmos aqui há poucos dias (nos mudamos dia 17/12 ), estamos gostando bastante... Enfrentamos alguns obstáculos (com a internet, principalmente), mas nada que não fosse contornável...
Rafa está amando o novo "papamento" dela... participando de tudo, ajudando a arrumar as coisas da mudança.. dentro das limitações dela, claro!

Bem, acho que resumidamente é isso...

25.3.15

A gente se cansa, mas a gente se diverte!

Vida de mãe não é fácil...
A gente trabalha, cuida de casa e também é mãe...
Tem que se desdobrar...
Nos últimos dias tenho desabado na cama... Muito cansada!
Peguei uma virose que me trouxe dores e diarreia...
Rafaela pegou outra que trouxe tosse e coriza (e pouca febre)...
Juntando tudo isso, o trabalho não pára, baby!

Vamos simbora!

Mas tem momentos assim:

Agora vou trabalhar, mãe!

7.1.15

2 anos

Há exatos 2 anos nascia nossa pequena Rafaela chegou nesse plano físico como uma pessoa!
Ela está cada dia mais sapeca, muito inteligente e nos surpreende sempre!
Somos gratos a Deus pela oportunidade de estarmos reunidos e presenciando cada fase!









23.5.14

Vida de mãe

Nossa.... quase um ano sem posts aqui... isso é vida de mãe!
Rafaela já tem 1 ano e 4 meses... Bela está com 11 anos, quase 12... e esse blog tem algo em torno de 14 anos...
Pena que não tenho tido tempo de por aqui as coisas todas que tem me acontecido...

Vamos ver se consigo resumir...

Continuamos na Escola de filosofia espiritualista Raios do Amanhecer, onde continuamos aprendendo muitas coisas boas e ajudando a todos que podemos...
A família continua bem, como todas tem seus erros e acertos e a gente vai levando...
Minha sogra agora está no mundo espiritual apenas... deixou-nos em agosto de 2013... isso nos impactou emocionalmente bastante... mas estamos superando...
A nossa alegria em ver o desenvolvimento de Rafaela continua crescente... é lindo! Ela está durante as tardes em um hotelzinho... e percebemos as influências boas e ruins que o convívio com outras crianças traz... contudo, muito necessário e importante! A foto abaixo foi recente... fomos leva-la para assistir uma peça teatral de Peppa Pig... ela amou! Se comportou muito melhor do que imaginava... Mel já está com 7 anos, mas foi para acompanhar a priminha!